domingo, novembro 28, 2021

Gestão sustentável e voltada à qualidade de serviços garantiu recertificação da Ciama

Mais notícias



Companhia de Desenvolvimento do Amazonas mantém posto de segunda empresa estadual do Brasil com selos de qualidade ISO 9001 e IS0 14001

A implantação de uma administração voltada à qualidade em serviços, com garantia de satisfação dos clientes e uma gestão sustentável, possibilitou à Companhia de Desenvolvimento do Estado do Amazonas (Ciama) reconquistar as certificações de qualidade ISO 9001 e IS0 14001. A mudança na gestão se deu por determinação do governador Wilson Lima, após a empresa ter perdido as certificações de qualidade em gestões anteriores da administração estadual.

De acordo com o presidente da Companhia, Aluizio Barbosa, o desafio foi grande, mas compensou, pois veio a certificação dupla. “Nós queremos dividir nossa satisfação com o governador Wilson Lima, pois foi graças à visão dele que resgatamos uma história de atuação com qualidade, na Ciama”, declarou o  presidente, asseverando ainda que o engajamento dos funcionários foi decisivo.

“Eles foram incansáveis, participaram de treinamentos e adequaram o seu dia a dia à economia de energia, água, papel, combustível, à calibração e adequação de equipamentos, coleta seletiva, remodelação de documentos internos, acompanhamentos por meio de indicadores de qualidade, ouvidoria e controle interno e muitas pesquisas de opinião”, destaca.

Os resultados foram muito positivos, de acordo com o diretor administrativo José Coutinho Neto, responsável direto pelo Sistema de Gestão Integrado (SGI), que envolve a certificação de qualidade e ambiental na Companhia.

“Muitas empresas sofrem algum tipo de rebaixamento pelas entidades certificadoras após o primeiro ano de implantação, mas isso não aconteceu na Ciama. Mesmo depois de todo o trabalho do primeiro ano, os funcionários demonstraram ótima adaptação aos novos procedimentos, e as pesquisas alcançaram 100% de satisfação dos clientes, e isso nos enche de orgulho”.

O auditor externo do organismo certificador, que não pode ter seu nome revelado por procedimento ético da certificadora internacional, assegurou que a Ciama continua no posto de segunda empresa ligada a um governo estadual, a possuir as duas certificações. “As observações feitas foram mínimas, nem mesmo justificam não conformidades, então vocês podem comemorar”, disse.

A Ciama é certificada pelo Rina, um certificador internacional que conta com cerca de 160 anos de experiência e presença em 70 países.

- Advertisement -