domingo, novembro 28, 2021

Sedecti participa de Fórum Mundial de Bioeconomia em Belém (PA)

Mais notícias



Secretaria busca possibilidades de investimentos para a bioeconomia local

O titular da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação (Sedecti), Jório Veiga, e a secretária executiva de Ciência, Tecnologia e Inovação, Tatiana Schor, participaram, na segunda-feira (18/10), do Fórum Mundial da Bioeconomia (WCBEF) que acontece em Belém (PA) até a quarta (20/10). Essa é a primeira vez que o Fórum acontece fora de sua sede, na Finlândia.

O secretário Jório Veiga acompanhou o governador Wilson Lima, em conjunto com o secretário de Estado do Meio Ambiente, Eduardo Taveira, durante o evento no estado vizinho. A secretária Tatiana Schor participou de dois painéis do Fórum, abordando temas relacionados aos “Caminhos para uma bioeconomia inovativa”.

Na ocasião, o governador Wilson Lima destacou que o Amazonas vem trabalhando no sentido de aliar o desenvolvimento do estado à preservação da Floresta Amazônica.

“Estamos trabalhando para encontrar caminhos para conciliar a preservação da floresta com o desenvolvimento, para desenvolver o que nós temos de riqueza nela através da bioeconomia. Nós precisamos fazer com que a floresta faça sentido para quem mora na floresta e encontrar esses caminhos chamando, também, a atenção do setor privado, de governos que lutam pela questão da preservação ambiental e de instituições que possam nos ajudar em tecnologia e outros tipos de colaboração para que a gente avance nessa pauta”, disse o governador.

O secretário Jório Veiga destacou a importância do evento e a possibilidade de fazer contatos com possíveis investidores para impulsionar a bioeconomia no Amazonas.

“Estamos fazendo os trabalhos necessários para despertar o interesse sobre a bioeconomia em nosso estado, bem como buscando parceiros para estruturar e promover as atividades da bioeconomia no Amazonas, enquanto aprendemos e conhecemos o que está sendo feito no resto do Brasil e do mundo”, apontou Veiga.

Bioeconomia

A Sedecti vem desenvolvendo amplos trabalhos no eixo da bioeconomia com o programa estruturante Bioeconomia Amazonas, por meio do qual já foi criada uma Nota Técnica conceitual visando o norteamento para a construção de políticas públicas inclusivas e alinhadas para a bioeconomia no Estado do Amazonas.

A Nota Técnica foi elaborada pela Secretaria Executiva de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti) e é resultado de um extenso trabalho de escuta ativa realizado por meio de ações coordenadas no estado desde 2019.

O estudo destaca três setores para a bioeconomia amazônica focada nas especificidades da sociobiodiversidade da região: sociobiodiversidade; de base florestal; e de commodities.

Outra medida do Estado para avanço da bioeconomia é a atualização da Lei nº 4.419, de dezembro de 2016, que institui a Política Econômica Ambiental do Estado do Amazonas para o Desenvolvimento Sustentável, denominada Matriz Econômica-Ambiental e de Bioeconomia do Amazonas. A previsão é que a adequação desta lei seja concluída ainda neste ano. Na norma serão incluídos aspectos como o uso de resíduos e outros pontos.

- Advertisement -